Segurança Porteiro Inicial (SPR)

Segurança Porteiro Inicial (SPR)

Courses Info

Informações do curso:

  • Conhecer os princípios gerais do exercício das atividades de segurança privada em Portugal.
  • Dotar o formando de conhecimentos relativos ao sistema de segurança interna e enquadramento normativo da atividade de segurança privada em Portugal;
  • Promover a aquisição de competências em matéria de direitos, liberdades e garantias;
  • Promover a aquisição de competências para identificação dos elementos essenciais dos tipos legais de crimes contra as pessoas e património; de causas de exclusão da ilicitude e culpa
  • Promover a aquisição de competências quanto aos direitos e deveres do pessoal de segurança privada, bem como o conhecimento e identificação das condutas proibidas;
  • Dotar o formando de conhecimentos quanto ao regime laboral e de saúde e segurança no trabalho aplicável ao pessoal de segurança privada;
  • Tendo em vista a qualidade da formação, as sessões integram uma componente teórica e uma componente prática a desenvolver em contexto de formação.
  • Inicial de qualificação Formação presencial em sala
  • A avaliação dos participantes da formação consiste numa avaliação de aprendizagens ao nível formativo e sumativo, no sentido de determinar em que medida os participantes adquiriram ou desenvolveram os saberes que lhes permitem concretizar os objetivos pré-definidos, tanto ao longo da intervenção formativa, como na conclusão da mesma.
  • Para obter a aprovação final no curso, os participantes têm de ter como classificação mínima “10 – Suficiente”, em função da análise dos diferentes elementos, de acordo com a escala de avaliação numérica de 1 a 20 com a seguinte correspondência em termos qualitativos: Nível 4 – Fraco; Nível 8 – Insuficiente; Nível 12 – Suficiente; Nível 16 – Bom; Nível 20 – Muito Bom.

Com efeito, a aprovação do participante no final do curso será determinada pelos seguintes critérios:

  • Considera-se que um formando teve aproveitamento no curso – apto – quando a sua classificação final for igual ou superior ao nível 10, correspondendo em termos qualitativos a “Suficiente” e tendo registado como assiduidade mínima de 100% sobre a duração global do curso.
  • Considera-se que um formando não teve aproveitamento no curso – não apto – quando a sua classificação final for igual ou inferior ao nível 9, correspondendo em termos qualitativos a “Insuficiente”; ou não tendo registado uma assiduidade mínima de 100% sobre a duração global do curso.

Condições de admissão:

Qualquer pessoa com a escolaridade mínima obrigatória e idade compreendida entre os 18 e os 65 anos.

 

Locais para a empregabilidade:

Em Portarias, Recepção, Controlo de Acessos, Rondas, Convenções, Centros Comerciais, Hipermercados,
Estabelecimentos de restauração e bebidas como bares e discotecas, Hospitais, Central de Alarmes.

 

Programa do Curso:

VIG01 (10 horas)
1. Segurança física
2. Controlo de acessos

VIG02 (10 horas)
1. Técnicas e práticas de vigilância humana
2. Técnicas e práticas de vigilância eletrónica
3. Intervenção de alarmes

VIG03 (10 horas)
1. Procedimentos operacionais

VIG04 (10 horas)
1. Revistas pessoas de prevenção e segurança

VIG05 (10 horas)
1. Gestão de conflitos
2. Procedimentos de detenção

VIG06 (10 horas)
1. Registos técnicos
2. Relatórios
3. Simulação prática de incidentes

VIG07 (10 horas)
1. Defesa pessoal

ALM01 (10 horas)
1. Segurança eletrónica
2. Procedimentos operacionais de emergência em alarmes

ALM02 (10 horas)
1. Operação de meios de videovigilância
2. Centrais de alarme

SPR01 (3 horas)
1. Regime legal dos estabelecimentos de restauração e bebidas

SPR02 (3 horas)
1. Sistemas de segurança obrigatórios nos estabelecimentos de restauração e bebidas
2. Funções do segurança-porteiro

SPR03 (4 horas)
1. Direito de acesso
2. Identificação de comportamentos de risco

 Autorização nº43